A atitude certa para uma Saúde de ferro.

Porque é que alguns parecem perder peso com facilidade e outros falham a cada tentativa? terá a ver com genética? um pouco.

Se 70% dos fumadores gostaria de deixar de fumar, porque é que alguns deixam num repente, outros têm sucessivas recaídas e outros nem sequer tentam? terá a ver com vontade? também.

Existe um fator que tem tido um impacto cada vez maior no comportamento humano e na saúde. As revelações da investigação têm atribuído algumas responsabilidades ao Mindset…

o que é o Mindset?

É a estrutura de funcionamento mental que determina a forma como o individuo assume desafios, enfrenta obstáculos, atribui esforço à tarefa, responde a críticas, reage ao sucesso, etc. Este funcionamento está alicerçado nas crenças que tem sobre si própri@ e sobre as suas qualidades básicas. Nas últimas três décadas, a professora de psicologia da Universidade de Stanford, Carol Dweck, conduziu pesquisas para entender a relação entre competências e esforço, e porque algumas pessoas alcançam todo seu potencial enquanto outras, igualmente talentosas, não o conseguem. A chave para a excelência, segundo revelaram as suas pesquisas, não está na habilidade em si, mas na perceção dessa habilidade: se ela é inerente à sua pessoa e deve ser demonstrada, ou se é algo que pode ser desenvolvido e moldado. Dweck nomeou estes dois modelos mentais de mindset fixo e mindset progressivo.

porquê falar disto?

porque a forma como te relacionas com o teu “problema” pode estar a alimentá-lo em vez de o resolver e porque a ciência por trás da tua Atitude ou filosofia de vida tem estratégias comprovadas que podes aplicar sem tomar comprimidos, nem comprar cremes adelgaçantes!

Num estudo publicado pela revista Psychological Science, equipas de limpeza de um hotel foram informadas que o seu trabalho seria bom para a saúde e que cumpria com as recomendações para estilo de vida ativo. Os sujeitos do grupo de controlo não receberam esta informação. Quatro semanas depois, o primeiro grupo, quando comparado com o grupo de controlo, apresentava redução no peso corporal, na pressão arterial, na percentagem de massa gorda e no índice de massa corporal. Conclusão#1- Acreditar que o que fazes é bom para ti provoca alterações fisiológicas no teu corpo.

Num outro estudo publicado na revista Health Psychology, os participantes foram divididos em dois grupos. Todos receberam um batido de 380 kcal. O primeiro grupo foi informado que estariam a ingerir um batido(bomba) de 620 kcal, enquanto o segundo foi informado que estariam a ingerir um batido (light) de 140 kcal. Os investigadores mediram então os níveis de grelina, a hormona que estimula o apetite, e concluíram que o primeiro grupo apresentava uma redução drástica de grelina após consumo do batido. Os níveis de saciedade são assim consistentes com aquilo que acreditamos estar a consumir, independentemente do seu valor nutricional. Por outras palavras, a crença acerca de um alimento particular pode afetar os teus níveis de fome e de saciedade. Se a tua mente te repete que estás a beber um batido light, vais arranjar maneira de sentir fome rapidamente! Conclusão #2 – podes usar o mindset a favor do que comes!

Finalmente, num estudo relacionado com otimismo, publicado pelo Clinical Psychology Review, os investigadores concluiram que um mindset otimista orienta para escolhas mais saudáveis. Conclusão #3 – os otimistas fazem melhores escolhas, por isso, são em média mais saudáveis.

como mudar?

É claro que não apresentamos necessariamente o mesmo mindset em todas as áreas da nossa vida. Há áreas em que podemos estar manifestamente mais disponíveis a mudanças e desafios e outras em que seremos mais resistentes ou conservadores. Acontece que muitas pessoas nem sequer estão conscientes de que o mindset existe e que tem impacto na forma como vivem e na sua saúde. Eis o que Dweck sugere no seu livro:

#1_reconhecer 

Podes passar por aqui e responder a algumas questões (em inglês e direcionado para a inteligência e o talento) para ficar a saber qual a tua tendência. Mesmo que tenhas um mindset progressivo, toma atenção a ouvir aquela vozinha que te repete:

  • “Os meus genes não prestam, nunca vou conseguir perder peso”
  • “Então e se não conseguir (deixar de fumar)?”
  • “Não tenho a motivação suficiente para manter uma alimentação saudável/ a caminhada diária/ a ida ao ginásio,….”
  • “Não sei cozinhar como deveria.”

E quando acontecer, podes escolher acreditar para ficar por aí, ou aceitar sem te julgares, e dar o passo seguinte…

#2_arrumar as ideias certas no sítio e no tempo certo

  • Hoje não há desculpas, aí vou eu!”
  • “Se falhar, não há problema. Há que correr riscos!”
  • “Chega de dietas. Vou focar-me nas escolhas de hoje.”
  • “Não sei cozinhar mas posso aprender!”

#3_ começar

Dweck aponta para algumas estratégias que te podem ajudar a desenvolver um mindset progressivo, aquele que é mais aberto a desafios, em que os obstáculos não amedrontam e os falhanços são fontes de informação para desafios futuros.

1. escrever sabe bem. está comprovado que te pode ajudar a cultivar uma atitude mental progressiva e provocar mudanças fisiológicas no teu corpo. regista os teus pensamentos sobre os desafios que aceitas, a forma como reages aos obstáculos, o esforço que dedicas à concretização das tuas metas.

2. aprender sempre. consumimos alimentos, notícias, recursos, redes sociais, filmes, shampoo. consumimos muito e de tudo mas podemos escolher o que consumir, quando e em que quantidades. aprende a consumir daquilo que te faz bem.

3. arriscar. qualquer coisa, da receita que “me sai sempre mal“, àquele telefonema que não queres fazer. arrisca fazer algo que não farias até ler estas linhas.

No seu website Carol Dweck afirma que “Apesar das pessoas serem diferentes nos seus talentos, aptidões, interesses e temperamentos, todas podem mudar e crescer pela prática e pela experiência.” No que toca à Saúde, eu acredito que a Atitude é como um músculo que pode ser treinado para ser forte, flexível e resistente, por isso treino todos os dias. e tu, o que pensas sobre isto?

 

Anúncios

qual a sua opinião?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s