e tu, já tens um Coach?

O Mundo gira, a vida roda. passamos pela caixa do supermercado, a doutora da farmácia,  o sapateiro, a médica, o padeiro, o homem do talho, a massagista, o carteiro, a dentista…..há pessoas que de facto nos simplificam a vida, resolvem problemas, preenchem necessidades, fazem por e para nós, facilitam o quotidiano… e ainda bem que assim é.  não me imagino de repente a preparar a cana de pesca para o jantar de amanhã, ou semear trigo para o pão do próximo ano!  muito menos preencher formulários de IRS (reservo essa tarefa a um Ser fabuloso que há mais de uma década começou por ser minha cliente de PT)

As necessidades não são todas iguais, nem o são tão pouco as prioridades no ciclo de vida. mas há momentos. há momentos que nos atormentam, que nos tiram o sono, que monopolizam e fragilizam, momentos que nos congelam até o discernimento. momentos que são dias ou são anos de compridos, na proporção da nossa (in)capacidade para os resolver ou ultrapassar. momentos que são problemas, de facto. e quando o são, revelam algo por arrumar, reciclar ou simplesmente largar…desemprego, divórcio, problemas de saúde, gestão do tempo, do stress, das emoções ou dos conflitos e por aí fora.  então chamamos a Mãe, o Pai, o irmão, a amiga confidente ou outro Ser fabuloso que faça parte da nossa vida. mas nem sempre chega. nem sequer resolve ou arruma a vida no sítio que queríamos porque os que estão próximos estão próximos demais e há momentos que são problemas, de facto.

Arrisco dizer que maioria dos Coaches que conheço (onde me incluo) também se depararam com momentos de casa desarrumada, e encontraram no Coaching uma estratégia de reciclagem, de construção de uma nova atitude. e de tão bom que foi, foram mais além para partilhar esta “Relação profissional que ajuda as  pessoas a produzirem resultados extraordinários na sua vida(…) potenciando a sua aprendizagem, otimizando o desempenho e melhorando a sua qualidade de vida”*.

poderia seguir listando a quantidade de competências capacitantes ou catalizadoras que o processo desenvolve nos seus clientes, mas a ideia que quero deixar é a de que momentos que são dias ou são anos de compridos podem passar a ser causa com letra grande… não que de repente deixem de haver problemas que nos congelem o discernimento, mas ter um profissional a quem recorrer para observar o presente e (re)construir um futuro à medida, aquece  a alma de qualquer um… e na maior parte das vezes, volta a pôr a vida no sítio certo.

e tu, já tens um Coach?

alguns testemunhos

* definição pela International Coach Federation (ICF)

Anúncios

qual a sua opinião?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s